Homem desempregado constrói casinhas para abrigar cachorros de rua - NewPangea

Solidariedade

Homem desempregado constrói casinhas para abrigar cachorros de rua

O vendedor Ezequiel Nunes construiu 18 casinhas nos dois últimos meses e as espalhou pelos bairros da cidade.

Homem desempregado constrói casinhas para abrigar cachorros de rua

Facebook

Há ações de solidariedade que basicamente necessitam apenas da boa vontade e de amor pela causa. É o caso de Ezequiel Nunes, 36 anos. Desempregado, com pouco dinheiro para as próprias necessidades, o vendedor tem se dedicado a construir casinhas para cachorros de rua, com 90% de materiais doados pela comunidade. Nunes, que mora no bairro Jardim Cidade, em São José, tem um amor incondicional pelos animais e não tem condições de adotar todos, porém tem como ajudar de alguma forma os que estão nas ruas.

Nunes tem dois cachorros, retirados das ruas, Duke e Bob. Para ele, os cães são os melhores companheiros e sua felicidade está em ver um cãozinho de rua bem abrigado e alimentado. “Não consigo tirar eles das ruas, mas consigo cuidar de alguns nos lugares onde estão. Ajudar os animais de rua é um projeto que está no meu coração, não vou parar”, diz.

O vendedor desempregado construiu 18 casinhas nos dois últimos meses e distribuiu por algumas ruas de São José. A meta é construir 300 casinhas até 2020. “Por enquanto tenho o meu tempo livre, então tento unir o útil ao agradável. Ocupo minha cabeça construindo coisas do bem”, afirmou.

O gesto de solidariedade não é só feito pelas mãos de Nunes, mas de várias pessoas que ajudam por meio do projeto Amiguinhos Indefesos, criado por Nunes há cinco anos. “A ideia é unir milhares de pessoas em prol da causa animal. Se cada um fizer um pouquinho, nós conseguimos melhorar a vida desses bichinhos”, afirmou.

O amor que Nunes tem pelos cachorros surgiu na infância, porém falta de tempo e dinheiro foram, ao longo da vida, o distanciando do sonho de ajudar os animais. No ano passado, após ele ver um cachorro de rua bebendo água em um cano de esgoto estourado, surgiu a ideia de confeccionar bebedouros/comedouros para os bichos. Desde então, 50 unidades foram distribuídas pela cidade.

Diversidade de casas

Com a doação de rolos de manta asfáltica térmica, Ezequiel Nunes tem colocado o material em volta das casinhas para proteger do frio no inverno, e evitar que todo o calor do verão chegue dentro do ambiente. Algumas casas são individuais, outras são conjuntos, como um condomínio. Em média, Nunes leva três horas para construir uma casinha.

Elas são numeradas e têm bebedouro e comedouro, abastecidos por Nunes. “Procuro fazer tudo com muito amor. Além de fazer as casinhas com materiais doados, eles são recicláveis, então ajudo o meio ambiente também”, disse.

Seja solidário você também

 

Interessados em doar materiais ou ração podem fazer contato pela página projeto Solidário Amiguinhos Indefesos, no Facebook.

Com informações Notícias do Dia e adaptação NewPangea

Compartilhe :)

Gostou dessa publicação? Curta nossa página no Facebook

Facebook